Petit Tour – Paris | Crème de la crème | Trip Tips – PARTE 1

Voltei!!!

E como já é de praxe e sei que vocês gostam, vim fazer uns posts pós viagem com fotos pessoais!

Mas este primeiro é ainda mais especial, porque ele é de Paris! =]

Quem acompanha o blog há um tempinho, sabe que eu e a França temos um casinho de amor que começou láááá por 2004 quando eu coloquei na minha cabeça que iria estudar na França durante a minha faculdade de arquitetura. Após alguns anos me preparando e estudando, em 2007 realizei esse sonho, que me fez tomber amoureuse por aquele país e, mais especialmente, por essa cidade!

Desde então, a maioria dos amigos que têm Paris em seu itinerário de viagem, pedem e levam consigo alguma diquinha ruiva para aproveitar a cidade luz.

Então hoje, além das tradicionais fotos já esperadas, trago junto algumas dicas dessa cidade que tanto encanta para todos vocês!

Essa vista fofa de Paris (como se alguma vista da cidade não fosse sempre linda) fica no Marais, que é uma região do 3ème arrondissement da cidade.

Não entendeu nada? Eu explico.

Os “bairros” de Paris se chamam arrondissement. São numerados de 1 a 20, dispostos no mapa da cidade em formato de caracol, começando bem pelo centro da cidade. Então, mais ou menos, quanto mais baixo o número do arrondissement, mais próximo do centro você vai estar!

Mas claro, não é apenas proximidade do centro que conta para uma boa localização em Paris! Cada arrondissement tem suas particularidades, seus cantinhos, sua história… por isso, é sempre bom pesquisar para saber qual deles mais te agrada.

AQUI a lista, o mapa e os nomes de cada um!

Ali no Marrais, eu a Luli (minha amiga linda, companheira de aulas de circo, designer que mora na Itália e fez essa viagem incrível comigo. E dona de uma incrível paciência por me fotografar durante a viagem – créditos à ela por todas as fotos em que estou na frente das lentes :D) alugamos um apartamento para passar o final de semana através do site AIRBNB. Seja para 1, 2 ou 20 pessoas, para 1, 2 ou 20 dias, não importa, através dele, você pode alugar apartamentos, quartos, studios… no mundo todo, tratando diretamente com os proprietários e ter uma estadia diferente de hotel e muito mais próxima da vivência de um morador, além dos preços, que acabam saindo bem mais em conta.

Hummm, Glacier Brthillon! (pra mim, o melhor sorvete de Paris – experimente o de melão!)

É bem fácil de encontrar sorteves Berthillon à venda em Paris! Vários cafés e Boulangeries trabalham com a marca. Mas eu gosto mesmo é de comer na sorveteria própria da Île Saint Louis – 31, Rue Saint-Louis

Ainda na Île de Saint Louis, aqueles que amam coisinha pra casa (Oiii!!) vão perder uns minutinhos apreciando a Pylones –
57 Rue St Louis en l’ile (tem loja virtual brasuca)

Ao lado, na Île de la cité (que é a outra, das duas ilhas que ficam no rio Sena) está localizada a Notre-Dame de Paris (assim como a Saint Chapelle, que também merece a visita).

Antes ou depois de entrar na Notre Dame, você pode ter uma das experiências mais gostosas da vida: pardais de rua, dóceis, comendo nas suas mãos. Olhando para a catedral, o canteiro do lado direito geralmente fica repleto desses amiguinhos gulosos prontos para petiscar.

Arquiteta e amante da arquitetura gótica que sou, poderia ficar horas falando sobre a Notre Dame, suas portadas, rosáceas, arcobotantes, clerestório, naves e transeptos… toda sua iconografia e iconologia… história e restauro por Viollet-le-Duc… mas, por ora, ficam as imagens e o incentivo pra que visitem, pesquisem, estudem e se apaixonem por esse lugarzinho mágico.

Não sei ao certo aonde surgiu esta tradição (as duas teorias mais comuns são que os Love Locks surgiram na Hungria e rapidamente se espalharam para outros países; e outra é de que um escritor italiano (Frederico Moccia, em seu livro “Te Quero”) criou protagonistas que realizaram esta prática e logo, leitores começaram a realizá-la também), mas é notável que a prática de prender cadeados com o nome dos enamorados em pontes e jogar as chaves no rio simbolizando o amor eterno é algo muito popular na europa.

Eu, particularmente, acho que se formos adotar tradições românticas, é muito mais justo realizá-las em Paris =p hahahaha…

Nada supersticiosa, mas absurdamente romântica, não dispensei prender meu cadeado!

Para quem também tem um coraçãozinho mole, existem três pontes em Paris repletas de cadeados como esta: a Pont des Arts (a mais famosa) a Passerelle Léopold-Sédar-Senghor e a Pont de l’Archevéche (que é esta das fotos)

…CONTINUA…

1 Comentário

Filed under Petit Tour

One response to “Petit Tour – Paris | Crème de la crème | Trip Tips – PARTE 1

  1. Tati

    Vi!!! Que viagem encantadora!!!! É muito gostoso ver Paris através dos seus olhos!!!
    Estou morrendo de saudades!!! Que bom te ter de volta!!

Comente aqui!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s