Click – Pré-Wedding Thiago e Marianne

Me sinto tão emocionada/privilegiada quando meus amigos me escolhem para fotografá-los… imagina então, quando estes amigos são meus MELHORES AMIGOS! (L)

 

Com muito orgulho, mais de dez anos de amizade me unem a Mari e, com mais alegria ainda, fui madrinha de casamento dela e do Thi , esse casal lindo que vocês conferem o pré-wedding hoje!

 

Seria um privilégio também poder fotografar o casamento deles, mas, como madrinha, fui proibida, hahaha… fazia quase 2 anos que eu não ia a um casamento sem estar trabalhando, hahaha…

Mari e Thi, mais uma vez gostaria de desejar toda a felicidade do mundo e dizer s vocês que os amo MUITO!! (L)

Gostaram?!

Beijinhos 😉

Vi

As fotos do grande dia ficaram por conta do Konrahd e sua equipe, que, pela prévia, fizeram um trabalho maravilhoso! 😉

Anúncios

2 comentários

Filed under Click

Petit Tour – Paris | Crème de la crème | Trip Tips – PARTE 2

E chegamos ao Quartier Latin… esse cantinho fofo e querido entre o 5ème e o 6ème arrondissement que é meu pedacinho preferido de Paris para se passear à noite e comer Kebab, hahaha… ele é cheio de ruazinhas de pedestres bem estreitas e entupidas de gente, muitas creperias, restaurantezinhos e garçons querendo chamar sua atenção aos seus menus.

Ao lado do Quartier Latin, está o bairro de Saint Germain, lugar com a maior concentração de pubs e bons restaurantes da cidade.

Cliché, mas sempre boa dica: Le Relais de l’Entrecôte – 20 Rue Saint-Benoît

Continuando na onda gastronômica, não é todo dia que podemos apreciar as delícias de uma confeitaria da realeza francesa com mais de 300 anos de história, né?!

Participante do Comité Cobert (formado por empresas que representam a art de vivre e o luxo na França), a Dolloyau foi fundada para atender ao público em 1802, após 4 gerações da família servindo a realeza francesa em luxuosos jantares e eventos.

O doce mais vendido é o famoso e copiado no mundo todo Gateau Opéra. (Mas, infelizmente, ele é feito com ganache de chocolate e café e eu não gosto de nada com café, hahaha…)

O preço de tudo é bem salgadinho, mas só pela história vale, não concordam?!

Existem 5 endereços em Paris. Seguindo o itinerário, saboreamos nossa delícia na filial da place Edmond Rostang, ao ladinho do Jardin du Luxembourg, aonde aproveitamos para dar uma volta e fazer várias fotos lindas  se esconder sem sucesso da maior chuva da viagem e virar dois pintos molhados debaixo das árvores.

Famoso pela história de seus frequentadores intelectuais (Sartre, Simone de Beauvoir, Picasso, Hemingway…) o Les Deux Magots é um dos cafés mais famosos e procurados da cidade. Há quem adore o seu café e aqueles que só entram para sentir a “aura” do lugar, que muitos juram permanecer a mesma desde sempre, mas como qualquer café literário de Paris, sentar-se no terrasse na companhia de uma boa leitura é essencial para desfrutar a experiência por completo.

Continuando na onda gastronômica, chegamos à Poilâne, a mais tradicional boulangerie da cidade!

Dizem eles que o verdadeiro pão francês não é o baguete (que surgiu apenas no séc 19) e sim o miche. Um pão feito à mão, com fermento natural, sal de guerande e assado em forno à lenha. Fizemos o sacrifício de experimentar. =p

Além dos pães, que geralmente são comprados após enfrentar fila (mas sempre rápida), a padaria também vende farinha e outros ingredientes próprios, além de livros de receitas para os interessados, curiosos e corajosos.

8, rue de Cheche-Midi

Pausa nas comidas e um momento para a fé… muito próximo está localizada a Chapelle de la Médaille Miraculeuse – 140, Rue du Bac

Aos católicos e simpatizantes, foi nesta capela que , em 1830, a virgem Maria apareceu para Catarina Labouré, com a intenção de oferecer ao mundo uma medalha.

As tais medalhinhas milagrosas são, então, vendidas no endereço, atraindo centenas de fiés diariamente. 🙂

E voltando às comidas, hahaha, atravessando a rua, chegamos ao Le Bon Marché Rive Gauche, onde está localizado La Grande Epicerie de Paris, que é um mercado (templo) gourmet, onde você quer comprar tudo, experimentar tudo, levar tudo embora!!!

Gôndolas recheadíssimas, separadas por regiões, marcas, produtos… com opções para TODOS os bolsos e gostos!

Paris para ver, viver e andar da forma mais viceral e clássica: Torre, Trocadero, subir Av Kléber, Arco do Triunfo, descer Champs Elysées até o Louvre (passando pela Concorde e Jardin des Tuileries)

Dicas:

Häagen Dazs sabor Banoffee na Champs Elysées (dica da Luli) – 49, Avenue Champs Elysées

Macarrons na Ladurée – 75, Avenue des Champs-Elysées

Chocolate Quente Africano ou o doce Mont Blanc (que fica pronto todos os dias pontualmente às 11h), no Salon de Thé Angelina – 226, rue de Rivoli (rua superior na altura da metade dos Jardins des Tuileries) #fency

Sentar em uma das cadeiras nas fontes do Jardin des Tuileries e esquecer da vida.

Do carrousel diretamente para Montmartre.

Não basta amar Paris e adorar cinema. Tem que ser fã de Amélie Poulainhahaha…

Posando para a foto, olhei para o lado e vi uma épicerie. A Luli só foi entender direito um dos meus momentos súbitos de criatividade quando abri a caixinha de framboesas recém-compradas e comecei a encaixá-las nos meus dedos, hahaha…

Momento especialmente dedicado a Mel

Café des 2 Moulins – 15 Rue Lepic

Dicas:

Feirinha da Place du Tertre

Refuge des Fondus – (dica da Luli) – Restaurante incrível e uma experiência única!

Já avisando que ele não é nada convencional e, para ir lá, tem que estar no clima!! Divertido e surpreendente talvez sejam as duas palavras que melhor o definam!

O restaurante é suuuper informal e pequeno. Ele possui apenas duas mesas compridas encostadas nas paredes … ou seja, você compartilha a mesma mesa com outros clientes e não consegue dar a volta para sentar nos lugares próximos à parede, portanto, para sentar do lado de lá os garçons te convidam a sentar em uma cadeira e, sem cerimônias, passam você por cima da mesa, hahaha… Para completar a experiência, o fondue que a casa serve vem acompanhado de vinho servido em mamadeiras de vidro.

Ficou curioso?? 17, Rue des Trois Frères

E o au revoir do post, digno de Paris: Champ de Mars, às 21h no verão…

Gostaram?!

Bisooous! 😉

Vi

5 comentários

Filed under Petit Tour

Petit Tour – Paris | Crème de la crème | Trip Tips – PARTE 1

Voltei!!!

E como já é de praxe e sei que vocês gostam, vim fazer uns posts pós viagem com fotos pessoais!

Mas este primeiro é ainda mais especial, porque ele é de Paris! =]

Quem acompanha o blog há um tempinho, sabe que eu e a França temos um casinho de amor que começou láááá por 2004 quando eu coloquei na minha cabeça que iria estudar na França durante a minha faculdade de arquitetura. Após alguns anos me preparando e estudando, em 2007 realizei esse sonho, que me fez tomber amoureuse por aquele país e, mais especialmente, por essa cidade!

Desde então, a maioria dos amigos que têm Paris em seu itinerário de viagem, pedem e levam consigo alguma diquinha ruiva para aproveitar a cidade luz.

Então hoje, além das tradicionais fotos já esperadas, trago junto algumas dicas dessa cidade que tanto encanta para todos vocês!

Essa vista fofa de Paris (como se alguma vista da cidade não fosse sempre linda) fica no Marais, que é uma região do 3ème arrondissement da cidade.

Não entendeu nada? Eu explico.

Os “bairros” de Paris se chamam arrondissement. São numerados de 1 a 20, dispostos no mapa da cidade em formato de caracol, começando bem pelo centro da cidade. Então, mais ou menos, quanto mais baixo o número do arrondissement, mais próximo do centro você vai estar!

Mas claro, não é apenas proximidade do centro que conta para uma boa localização em Paris! Cada arrondissement tem suas particularidades, seus cantinhos, sua história… por isso, é sempre bom pesquisar para saber qual deles mais te agrada.

AQUI a lista, o mapa e os nomes de cada um!

Ali no Marrais, eu a Luli (minha amiga linda, companheira de aulas de circo, designer que mora na Itália e fez essa viagem incrível comigo. E dona de uma incrível paciência por me fotografar durante a viagem – créditos à ela por todas as fotos em que estou na frente das lentes :D) alugamos um apartamento para passar o final de semana através do site AIRBNB. Seja para 1, 2 ou 20 pessoas, para 1, 2 ou 20 dias, não importa, através dele, você pode alugar apartamentos, quartos, studios… no mundo todo, tratando diretamente com os proprietários e ter uma estadia diferente de hotel e muito mais próxima da vivência de um morador, além dos preços, que acabam saindo bem mais em conta.

Hummm, Glacier Brthillon! (pra mim, o melhor sorvete de Paris – experimente o de melão!)

É bem fácil de encontrar sorteves Berthillon à venda em Paris! Vários cafés e Boulangeries trabalham com a marca. Mas eu gosto mesmo é de comer na sorveteria própria da Île Saint Louis – 31, Rue Saint-Louis

Ainda na Île de Saint Louis, aqueles que amam coisinha pra casa (Oiii!!) vão perder uns minutinhos apreciando a Pylones –
57 Rue St Louis en l’ile (tem loja virtual brasuca)

Ao lado, na Île de la cité (que é a outra, das duas ilhas que ficam no rio Sena) está localizada a Notre-Dame de Paris (assim como a Saint Chapelle, que também merece a visita).

Antes ou depois de entrar na Notre Dame, você pode ter uma das experiências mais gostosas da vida: pardais de rua, dóceis, comendo nas suas mãos. Olhando para a catedral, o canteiro do lado direito geralmente fica repleto desses amiguinhos gulosos prontos para petiscar.

Arquiteta e amante da arquitetura gótica que sou, poderia ficar horas falando sobre a Notre Dame, suas portadas, rosáceas, arcobotantes, clerestório, naves e transeptos… toda sua iconografia e iconologia… história e restauro por Viollet-le-Duc… mas, por ora, ficam as imagens e o incentivo pra que visitem, pesquisem, estudem e se apaixonem por esse lugarzinho mágico.

Não sei ao certo aonde surgiu esta tradição (as duas teorias mais comuns são que os Love Locks surgiram na Hungria e rapidamente se espalharam para outros países; e outra é de que um escritor italiano (Frederico Moccia, em seu livro “Te Quero”) criou protagonistas que realizaram esta prática e logo, leitores começaram a realizá-la também), mas é notável que a prática de prender cadeados com o nome dos enamorados em pontes e jogar as chaves no rio simbolizando o amor eterno é algo muito popular na europa.

Eu, particularmente, acho que se formos adotar tradições românticas, é muito mais justo realizá-las em Paris =p hahahaha…

Nada supersticiosa, mas absurdamente romântica, não dispensei prender meu cadeado!

Para quem também tem um coraçãozinho mole, existem três pontes em Paris repletas de cadeados como esta: a Pont des Arts (a mais famosa) a Passerelle Léopold-Sédar-Senghor e a Pont de l’Archevéche (que é esta das fotos)

…CONTINUA…

1 Comentário

Filed under Petit Tour

Click – Casamento Márcia e Laurent

 

 

É com muito carinho, muita felicidade, realização e agradecimento que estou aqui hoje, ainda do outro lado do oceano, para dividir com vocês um pouquinho do resultado do meu primeiro casamento fotografado fora do país!!

 

Isso mesmo! =]

No último dia 14 estive em Maillen  para fotografar o casamento da Márcia e do Laurent e aproveitei a pernada para dar uma viajadinha! 😉  (mesmo de “férias”, eu não consigo ficar realmente em férias – até porque a minha maior alegria quando estou viajando é fotografar, hahaha… – Mas, sabe, isso me fez pensar que, igualmente, quando estou trabalhando, é tudo tão gostoso que eu nem me sinto realmente trabalhando… então tá tudo certo, né!?)

Tô perdoada pelo sumiço?! (me disseram que eu estaria perdoada se postasse fotos por aqui, então aqui estou eu, para alegria dos noivos e dos curiosos, hahaha)

 

A Má, essa noiva linda que vocês irão ver, é mais uma cliente arquiteta, haha, e minha amiga há alguns anos, desde quando trabalhamos juntas no Ippuc  em 2006.

Essa amiga querida, que já ouviu todo o discurso pessoalmente no último dia 14, é tão especial para mim que seria até difícil expor em palavras…! Uma amiga que sempre esteve próxima apesar da distância e que sempre acreditou em mim, no meu potencial e é daquelas pessoas que sempre nos fazem querer ser melhores!

Prova disso foi a surpresa em ter sido escolhida, mesmo precisando me deslocar até a Bélgica, para fotografar o seu casamento!

 

Em 2009, a Má foi estudar arquitetura na Alemanha e conheceu o Laurent, que é belga e estava estudando engenharia também na Alemanha.

Nunca vou esquecer quando, naquela época, em uma de suas vindas para o Brasil, tempo em que eu morava em São Paulo, fui encontrá-la no aeroporto de Guarulhos durante sua conexão e vi seus olhos brilhando ao falar do seu novo namorado: um belga lindo e encantador de olhos azuis.

Quando é amor… é amor!

No ano seguinte o Laurent foi morar no Brasil, a Má se formou e os dois voltaram juntos para europa, onde decidiram construir sua vida juntos!

Não bastasse a história linda, para coroar, um casamento digno de conto de fadas moderno: um castelo na Bélgica (com direito à noite de núpcias no LoftCube), uma capelinha medieval, um vestido Wera Wang, amigos de 11 diferentes nacionalidades, famílias reunidas e AMOR…

…muito AMOR!!

 

 

“…e viveram felizes para sempre!”

Gostaram?! 😉

Baccio!

Vi

 

12 comentários

Filed under Click

Decoração Inspiração – Espelhos

Como boa arquiteta que sou, hahaha, impossível pensar em decorar um ambiente sem pensar aonde terá um espelho! Esse objeto mágico, capaz de duplicar tudo!

Redundante e quase um conhecimento popular, espelhos são objetos que, além de funcionais, são decorativos, proporcionando elegância e sensação de amplitude aos espaços.

É muito comum visitarmos apartamentos decorados (ainda mais os lançamentos compactos, com menor área útil, destinado a pessoas que moram sozinhas ou jovens casais) repletos de espelhos e lindos na mesma proporção.

Mas, a proposta do post de hoje não é ser redundante! Mais uma vez estou aqui para provocar, questionar e inspirar!!

Por que não ser diferente e, ao invés de usar um espelho retangular, usar espelhos individuais (em banheiros com cuba dupla) ou vários espelhos espalhados pelo ambiente?!

Pode ser uma forma de economizar (sem precisar aplicar o espelho em toda a extensão da parede) e evitar a disputa para ver seu reflexo! Enquanto ele está em frente a cuba escovando os dentes, você pode retocar o rímel em plena harmonia, haha…

E preciso comentar que me apaixonei, tanto pelo design, quanto pela ousadia da primeira foto (retirada do Pink Wallpaper). Um espelho na mesma parede da janela!? Poder se enxergar iluminada com luz natural em grande intensidade?!

E já que estamos falando em questionar padrões, que tal mandar fazer um corte totalmente personalizado para os espelhos?

Os cortes em formatos variados, assim como os bisotados, são cada vez mais comuns e feitos diretamente nas vidraçarias.

Esta última foto é da loja Ciao Mao. A proprietária, Priscila Callegari, mandou cortar estes espelhos em círculos de aproximadamente 20cm de diâmetro em uma vidraçaria e aplicou-os formando esta composição com fita dupla face de 3mm, super simples.

E estes espelhos fofos, criativos e incríveis são da empresa francesa Domestic

No site você pode verificar o preço destes e de outros modelos e, também, comprá-los com pagamento via PayPal.

Ótima notícia: eles entregam no mundo todo! 🙂

E , agora, criando polêmica, vamos falar de espelho no teto?!

Devido ao nosso repertório (seja pessoal, de filmes, ou mesmo convenção popular), ao juntarmos estes dois locais, a associação imediata a motel vem à cabeça, né?!

Então, vamos, por uns segundos, esquecer e descondicionar! Não vamos pensar na imagem do espelho acima de uma cama e imaginá-lo, por exemplo, na sala, que tal?!

A primeira foto é do ambiente Sala de Estar e Galeria da Casa Cor São Paulo 2011, projetada pelo arquiteto Aquiles Nícolas Kílaris e pela designer de interiores Iara Kílaris. Eles usam uma luminária com base em espelho que, além de trazer suntuosidade e elegância ao espaço, otimiza a capacidade de iluminação da mesma. Ao contrário da ilusão de duplicidade que os espelhos causam aos objetos, a quantidade de luz é realmente duplicada (a diferença é que a luz duplicada não será direcionada para o mesmo ponto focal)!

A segunda imagem é do Centro de Comunicação do Museu Groninger, na Holanda, projetado por Jaime Hayon

Além da elegância e da otimização da iluminação, o caso específico do uso de espelhos no teto causa a sensação de pé-direito duplo, ou seja, tem-se a impressão de que o teto possui o dobro da sua altura. E um ambiente com pé-direito duplo é muito mais rico e interessante aos usuários.

E, antes de passar para as inspirações do uso de espelhos em eventos, seguem algumas curiosidades sobre espelhos segundo o Feng Shui:

– Se colocarmos um espelho acima da porta de entrada, do lado de fora, protegemos nossa casa das energias negativas.

– É muito bom ter um espelho ao lado da porta de entrada. Ele dobra a entrada de oportunidades e retém as energias negativas

– Em contrapartida, não se deve colocar um espelho alinhado com a porta de entrada, pelo lado de dentro da casa. Esta posição é muito perigosa, pois o espelho irá reflectir toda a energia negativa, mas também toda a energia positiva.

– Como “mesa farta é mesa próspera”, ter um espelho refletindo a mesa de jantar significa aumentar a prosperidade. Para atrair mais abundância, coloque sobre a mesa uma bela fruteira ou flores vermelhas ou amarelas. (Se sua mesa está ao centro do ambiente, por que não usar uma luminária com espelho como a deste post? ;))

– No quarto, o espelho não pode reflectir as pessoas deitadas. Os chineses acreditam que “se ver dormindo” atrai má sorte.

– Cuidado com espelhos diante de janelas. Ele tem o poder de refletir tudo o que a janela mostra. Seja a energia própera de um parque ou jardim florido, como o clima tenso do trânsito ou hospitais.

Na mesma linha de raciocínio de amplitude e duplicidade, que tal ver o espaço que você alugou ampliado?

E melhor ainda, que tal saber que você pode duplicar a quantidade de flores e arranjos como num passe de mágica?

Hahahaha…

Mas, cuidado! O uso de espelhos em eventos deve ser usado com muito critério!

E esse critério é: deve-se ficar claro para qualquer um que espelhos são espelhos! Afinal, ninguém quem enganar os convidados e fazê-los pensar que “têm mais mesas depois daquela coluna” ou vê-los tentando pegar “aquele docinho ali” e dando um tapa em um espelho!

Por isso, o ideal é usar espelhos na horizontal (em mesas e suportes…) e na vertical somente em paredes, com molduras geralmente mais pomposas e salientes (quanto maior o espelho, maior a moldura)

E, para finalizar o post, mais uma polêmica! =p

A passarela de espelhos!

É muito particular e delicado  (para curiosidade geral: eu, particularmente, não acho legal! haha)

Para quem gosta e sonha em ter uma assim no seu grande dia, saiba que os boatos são que terá de desembolsar uma quantia de 4 dígitos para desfilar sobre uma!

E vocês o que acham?!

Prontos para olhar com mais atenção para os espelhos daqui para a frente?!

Gostaram?! 😉

Beijinhos

Vi

4 comentários

Filed under Decoração Inspiração

Click – Casamento Diego e Raquel

“Aceito você como meu marido, para amar-te e respeitar-te para sempre. 

Porque sem você nada tem graça. Você é a melhor parte do meu dia, a melhor parte da minha vida…”

 

“Aceito você como minha esposa, para amar-te e respeitar-te para sempre.

É tão bom chegar nesse momento sem ter dúvidas de que fiz a melhor escolha da minha vida…”

Sem mais palavras…

Local: Santuário Nhundiaquara – Morretes/PR

Decoração mais fofa do mundo: Atelier 16 – Com todos os mimos, detalhes e caprichos

Assessoria e Cerimonial: Atelier 16

Produção da Noiva: Ana Deliberador

Fotografou comigo: Lari Guimarães =]

Clicks da cerimônia religiosa

Clicks do pré-wedding

Gostaram?!  😉

Beijocas

Vi

3 comentários

Filed under Click

Decoração Inspiração – Toque de criatividade!

Sabe aquele jeans velho que nem para virar shorts servia?!

Encapou um papelão e…

…virou lugar americano!

Fonte: LadyFid

(o arremate do lado inferior pode ser feito com tecidinho fofo colorido/florido/de bolinha)

Que tal?!

Também se apaixonaram?!

Beijinhos

Vi

2 comentários

Filed under Decoração Inspiração